Sobre o MOFRA

Home/Sobre o MOFRA

“Fraternidade é o amor que se expande entre os corações humanos,
promovendo a interligação das criaturas numa mesma pulsação de sentimentos…
os da Fraternidade”

Institucionalmente o Movimento da Fraternidade – MOFRA vincula diversos Grupos de Fraternidade Espírita, espalhados por todo o Brasil, direcionando suas tarefas e atividades.

O Fraternista é a Razão de ser do MOFRA e sua espiritualização, a grande obra a ser realizada.

As estruturas MOFRA, OSCAL, CIFRATER e GFEs são meios criados para viabilizar o principal objetivo: A Educação Espiritual de cada um de nós!


Conheça um pouco mais sobre o MOFRA

O Movimento da Fraternidade, de caráter universalista, é a união voluntária das criaturas conscientes que, sob a égide de Jesus Cristo, se propõe a espalhar, à luz da Doutrina Espírita, codificada por Allan Kardec, a verdade do Evangelho e a praticá-la junto aos irmãos em humanidade, convivendo com a dor e compadecendo-se dela, levando à criança desamparada o calor paternal e ao doente ou carenciado a visitação, o remédio, o repouso, a habitação, as vestes, a água e o pão.

O Movimento entende como Fraternidade a prática do “Amai-vos uns aos Outros”, fazendo da solidariedade e da paz os instrumentos para a expansão do Amor Universal entre as criaturas, harmonizando-as com a natureza.

Os objetivos do Movimento da Fraternidade são a evangelização, a espiritualização e o aprimoramento do Espírito em evolução, encarnado e desencarnado, em sintonia com a Espiritualidade Maior e efetivamente participando na construção do “Brasil Coração do Mundo, Pátria do Evangelho”.

A semelhança de um órgão no corpo do Movimento Espírita, visa contribuir para a efetiva revivescência do Cristianismo, na excelência da sua pureza e simplicidade, irradiando além dos agrupamentos espíritas, seja no lar, no trabalho ou na vida social, a conduta genuinamente fraterna.

Para aqueles adesos aos princípios cristãos-espíritas, com a disposição sincera de servir, não cogitando da contra partida de se sentirem servidos.

Nos corações humanos, promovendo a interligação das criaturas numa mesma pulsão de sentimentos – os da Fraternidade!

Como, a não ser vivenciando as Leis de Deus, pois que numa visão mais universalizante Ele e o Movimento Espírita devam ser um só, consubstanciado na crença de que qualquer Movimento na Terra, lastreado no Criador, há que ser de Fraternidade.

No momento que interiorizarmos o Cristo no nosso comportamento e quando se cristalizarem em nossas vivências as noções elevadas de direitos e deveres tanto como a compreensão do nosso papel na vida, de forma a oferecermos a indispensável cota de trabalho e sacrifício a serviço do bem comum.

Uma contribuição ao Movimento Espírita através da divulgação dos ensinamentos espíritas, isto, decorrente de uma atuação mais dinâmica da Casa Espírita e dos seus próprios adeptos. E a assistência social configurada no princípio de tornar o assistido em assistente e de se estender a ação fraternal além dos limites físicos da casa que ampara, está aí outra razão do Movimento da Fraternidade (MOFRA).

Aquilo que dele fizerem os homens, no entanto convém não ignorar que tudo quanto verte do Deus, com ou sem os homens, em algum momento concretiza-se no plano magistral da vida infinita. Compreendemos que o Movimento da Fraternidade está a desempenhar um papel e, vai de tal forma entranhando no Movimento Espírita que a breve tempo, não haverá como separá-los. Hoje, por injunções dos sistemas terrenos, ele está organizado e tem existência institucional. Talvez daqui a algum tempo isto seja desnecessário, em face a sua absorção pelo movimento espírita, coordenado pela Federação Espírita Brasileira – FEB.

O MOVIMENTO DA FRATERNIDADE, sob a Coordenação da OSCAL, é o somatório dos Grupos da Fraternidade Espírita, da Cidade da Fraternidade e das demais associações de caráter filantrópico e cultural filiadas, obedecendo aos fundamentos da auto-suficiência.